Pular para o conteúdo principal

Solidão perfeita

Em minha mente, as noites nebulosas nas ruas de São Paulo ficarão gravadas eternamente. A solidão perfeita, a ausência completa; Schubert na veia, Brahms nas artérias. (O universo é a luta entre o ser e o não-ser.)

Comentar

You must have Javascript enabled to use this form.