Pular para o conteúdo principal

Francis Bacon

Francis Bacon
Francis Bacon em seu pequeno e incrivelmente caótico ateliê de Londres. Ele disse que criava melhor no caos.

Francis Bacon (1909, Dublin - 1992, Madri) é meu ídolo. Admiro e invejo. Um único grito, talvez um pouco monotônico, mas inconfundível, e que ecoará até o fim desta civilização doente. Nunca estudou arte, mas desenvolveu uma forma de pintar muito própria, explorando distorções da figura humana para mostrar a violência animalesca enrustida nesta humanidade alienada e cínica.

StudyforCrouchingNude1952Oil andsandoncanvas198.1x137.2cm78x54in TheDetroitInstituteofArts_0.jpg

03_francis-bacon_painting_1946_0.jpg

Um autorretrato de Francis Bacon de 1971

Study after Velasquez's portrait of Pope Innocent X, 1953, oil on canvas, 153x118.1cm, Des Moines Art Center, Iowa, EUA

Henrietta Moraes, óleo sobre tela, 197.5 x 147.8 cm, 1966.

Retrato de Lucien Freud sobre um sofá laranja, óleo sobre tela, 1965

Óleo sobre tela de Francis Bacon

portrait_of_george_dyer

Tríptico, painel 1, óleo sobre tela, 198.1 x 147.3 cm, 1988Tríptico, painel 2, óleo sobre tela, 198.1 x 147.3 cm, 1988Tríptico, painel 3, óleo sobre tela, 198.1 x 147.3 cm, 1988

Em 1944, Bacon criou o tríptico "Três estudos para figuras na base de uma crucificação", que foi exposto em uma coletiva em Londres no ano seguinte, causando grande controvérsia. Foi o início de sua fama. Esta aqui, porém, é uma segunda versão que foi pintada em 1988, em óleo sobre tela, 198,1 x 147,3 cm cada painel. É uma versão mais depurada, tecnicamente melhor mas menos visceral, não tão contundente quanto a primeira.

triptych1944-1.jpgtriptych1944-2.jpgtriptych1944-3.jpg

E esta é a versão original do tríptico "Três estudos para figuras na base de uma crucificação". Cada painel mede 73 x 94 cm e foi pintado a óleo e pastel sobre cartão. Ambos os trípticos pertencem ao acervo da Tate.

Comentar

You must have Javascript enabled to use this form.